Wednesday, June 29, 2005

Adendas de Hoje à minha Vida

A gengiva do lado baixo-direito pulsa como um coração: mau sinal.
Retroversão português-inglês do resumo inaugural de um trabalho de Física, a pedido do amigo da amiga.
Revisão de uma falsa bula farmacêutica.
Leitura matinal de Carlos de Oliveira ("Uma Abelha na Chuva").
Almoço: pastel, café com leite. Depois, só café. Sem açúcar.
Cigarros açorianos dados pela Mariana.
Plano-programa de um festival de músicas do mundo.
Olhos passeados pelos jornais do dia.
Envergadura da camisola de malha sobre a de algodão de mangas curtas: fazia brisa fria.
Descansar os olhos de tanto computador e tantos óculos: passear no relvado.
Cadelita castanha não veio hoje: não brinquei com ela.
Gravação pirata de três discos no computador: dois de Bau, um de Elomar (Geraldo Azevedo, Vital Farias e Xangai).
Sol manso quase todo o dia. Alturas em que não.


Tondela, 29 de Junho de 2005

2 comments:

Anonymous said...

Daniel, não sei se já leste a "Abelha na Chuva" sob este prisma ... mas já deves ter reparado que é essencialmente um romance voyeurista ... tudo passa por quem vê, o que se vê e quem nada vê ... um abraço, gostei do teu blog. Jorge

daniel abrunheiro said...

Sim, concordo. O Carlos de Oliveira destacou-se do neo-realismo puro e duro por esta e por outras.
Abraço.
D.