Monday, May 29, 2006

Deitado

1
O passado tem uma qualidade magnífica.
Não é a morte.
É o futuro ao contrário.
2
Jogamos ao xadrez com as recordações.
Umas vezes, perdemos.
Outras, ganhamos.
3
Viver é empatar tecnicamente, logo.
4
"One should not unjustifiably inflict one's personal emotions on other people.
Phyllis Bentley, O Dreams, O Destinations, p.78
5
"For everything you have missed, you have gained something else."
Ralph Waldo Emerson, cit. por Phyllis Bentley, op. cit., p. 195
6
Por que razão estas palavras estrangeiras me dizem tanto? Porque dizem o que eu já senti-sabia em português.
7
"Estavas tão bem deitado", disse-me Inner Voice, uma senhora estrangeira minha conhecida.



1, 2 e 6: Caramulo, 20 de Abril de 2006
3 e 7: Caramulo, 29 de Maio de 2006
4 e 5: O Dreams, O Destinations, Phyllis Bentley, London, Victor Gollanz Ltd, 1962

5 comments:

Anonymous said...

Viver é empatar tecnicamente? Não, claro q não. Quem ambiciona o 0-0, mesmo q tecnicamente, satisfaz-se com vitórias morais e está derrotado sempre. Tb...jogar contra a morte...

daniel abrunheiro said...

opiniões, opiniões.

Anonymous said...

"Estavas tão bem deitado", disse-me Inner Voice, uma senhora estrangeira minha conhecida.
Há sempre o "stand up comedy" :)

daniel abrunheiro said...

com esta (minha) idade, o "stand up" vai dando lugar à 7up...

Anonymous said...

Há sempre o "stand up comedy" com um sorriso... esqueci-me da identificação. Mas ainda há disso?