Saturday, January 02, 2010

UM GAJO SOZINHO EM CAFÉS DE PROVÍNCIA - III


© André Kertész – Rue des Ursins (1931)

III

Figueira da Foz, Taberna O Gato Preto, tarde de 27 de Outubro de 2009






A pessoa faz-se por vezes ao mar de uma maneira terrível. A pessoa fazer-se – é que é terrível: e o mar torna-se uma circunstância. O duro bico da pomba comendo (bicando duramente) o pão do chão – a natureza, por assim dizer, de comer a pedra. As pessoas podem todas ficar pobres de repente enquanto um homem está sentado num café de província. Algumas pessoas escurecem no Inverno como as recordações. Não é sempre o caso dele, mas algumas vezes assim é. Um rápido desfraldar de albatrozes sobre paisagem marítima – pode acontecer, enquanto tudo, de resto, acontece.



No comments: