Thursday, July 30, 2009

Rosário Breve nº 114 - O Ribatejo - www.oribatejo.pt


O da Joana


Temos à porta o mais estúpido dos meses, Agosto do freguês. A pimbalhada aborígene, de chinelos de napa e pêlo no sovaco a mandar farpas de cheiro, boquiabre-se perante as novas rotundas dos últimos onze meses mandadas rasgar pelo cacique local.

O Tony anda por aí a fazer carreira com o filho, o Miguel com K. Diz-se que a gaiata do Bloque de Esguelha, a Joana Amaral Dias, esteve e está vai-num-pé-vem-noutro para ir brincar às meninas deportadas no recreio do partido daquela figura celebrizada em pau por C. Collodi, o mesmo que mandou o Gepeto ver se em Bruxelas lhe arranjam alguma Marinha Grande.

O poeta de Águeda, o ex-era-para-ser-PR, ainda lhe deixou vago o lugar na Assim-boleia da Abúlica. O Tony continua por aí com o filho. O Arlindo de Carvalho, inesquecível e esquecido ministro da Saúde do Cavaquistão, foi resgatado da dormência da reforma por causa de não sei quê a ver com aquele que foi precedente do Spórtãe como o San Tanga, o Roquette das lentes fundo-de-garrafa.

O Tony não vai, mas se fosse cantar a Londres, ainda cantava mas era para o Valium Hás-de-Vê-lo, a julgar pela plateia VIP-vaporub de cá da estriqueira.

Falando agora de coisas não propriamente portuguesas, na Madeira andam aos tiros aos zepelins. Mas o balão maior ainda está por abater já lá vão uns bons maus trinta carnavais de todo o ano. Assim sendo, isto por cá é o da Joana porque já chagámos a Madeira. Amaral ou amoral, Tony ou Mickael, a prioridade não é o futuro, é fazer um Pavilhão Atlântico em cada parvónia para o filho do Tony cantar à luz dos briquetes-allumés da quarta geração de alcochetes, mais rotunda aqui mais Joana Amaral Dias acolá-lá-lá.

4 comments:

António said...

eh eh eh, j´arrivê de la France pour les vacances au Portugal, voire ma maison avec les fenetres e toit trés inclinés á cause de la neige en alcochete...j´aime beaucoup le notre chanteur Tony et son fils Michael K. (2 ou 3)... quem não gostar, bota na poubella!!!

"quero ir para a ilha..."

2º Ano de Marketing said...

Não é das mais inspiradas, mas vai perfeitamente com a estação do ano.
Estou de volta. Abraço.

Professor said...

Eu gosto da Joana. Acho-a uma miúda gira mas isso não me impede de comentar as suas atitudes políticas com esta frase já bem velha:
«O que uma mulher não faz por amor fá-lo certamente por dinheiro.»
Cumprimentos

daniel.abrunheiro@gmail.com said...

Muito bem posto, Professor.