Tuesday, September 26, 2006

País de Pixotes de la Mancha

Ontem, 25, no Um Contra Todos, do Malato, a pergunta com tríplice resposta era: que rosto é, em Espanha, o da moeda de 50 centavos?

a) Miguel de Cervantes
b) Luís de Camões
c) Marquês de Pombal.

O gajo respondeu a)

porque, não conhecendo embora quem era Cervantes (de lado nenhum), duvidava que os espanhóis pusessem "o nosso poeta nacional" na moeda deles. Muito menos o Marquês.
Ganhou uma data de euros.

7 comments:

Anonymous said...

caro daniel,
não te espantes com isso nem alardes o teu espanto. Não tardará o dia em que saber o pouco que qualquer um de nós sabe será censurado. Não sei se esse dia não chegou já.
vivemos no melhor dos mundos
António Guerra

D em Coimbra B said...

O Malato ainda lhe sugeriu que talvez não soubesse do Cervantes, porque se calhar era um suplente do Real Madrid. Sublime.

daniel abrunheiro said...

e eu que pensava ser do Barcelona, como aliás o Salazar era do Oriental.

Anonymous said...

perdoem-me a minha ignorância mas não vi o dito programa. Televisão não passa de lixo e quem a vê tem o cérebro morto.
Manuel Luís Gomes

Anonymous said...

não percebo qual é o problema de as pessoas não saberem quem é o D. Quixote se sabem quem é o ronaldinho ou o messi. São artistas ambos, cada qual no seu ramo. E nunca ninguém me provou que a literatura é um desporto melhor e mais saudável do que a bola. Se compararmos a longevidade que atingem os atletas das duas profissões, chegamos à conclusão que o futebol é, de longe, o melhor.
Cumprimentos
Fernando atílio Marques

Manuel da Mata said...

O Cervantes, tal como um certo Cristóvão Colombo, terá jogado no clube mais importante de todas as grandes cidades de Espanha.
Com direito a nome em paseos y calles. Venturoso, sem dúvida!

Anonymous said...

Eu, sportinguista, quero que a direcção do meu clube contrate esse tal cervantes e o d. quixote. Com ele seremos campeões.
Até damos o Caneira à troca.
L.F. Simões