Tuesday, December 15, 2009

SANT’IFIGENIA E O POLEGAR D’ARANHA - canção

Louriçal, noite de 3 de Dezembro de 2009




A aranha tem cabelo
A viúva também tem
Muito arranha o cerebelo
Ser filho de pai e mãe

A braboleta adiposa
Vai p’à lip’aspiração
Nem sempre o poeta é rosa
Uns serão e outros não


No convento afamado
Por doces e malvasia
Encerrou-se a minha tia
Em dia mais azarado


Quatro dedos tem a mão
Mais um p’ra contrariar
É o da oposição
Que se chama polegar


Linda é a foz do rio
Quando morre contra o mar
Assim sou eu mesmo ao frio
Sem modos de t’aquentar


Azulejo sant’antoninho
Santa casa nosso amor
Azeitonas pão e vinho
Não te cases c’um doutor

Se Sant’Ifigénia fosse
Em romagem a Belém
T’ria aranhas no cabelo
Por filha de pai sem mãe.