Monday, March 24, 2008

Crowe da Manhã






Sabeis aquele filme com o Russell Crowe, não m’alembra agora o nome da película mas se calhar é Uma Mente Brilhante, em que ele faz de génio matemático com uma grande pancada na corneta? A personagem (que no fim da história ganha um Nobel e tudo) é assolapada por manias-e-teorias-da-conspiração, a ponto de descortinar bélicoespionágicas mensagens cifradas em tudo quanto é publicação – etc.
Bem, eu não sou nem matemático nem brilhante – nem para lá caminho, longe disso. Mas, de facto e deveras, também tenho e transporto também uma mui razoável avaria na cabaça. Modos que, esta manhãzinha pós-pascal, peguei em metade do meu orçamento para o dia e zás!, fui-me ali ao quiosque do Rossio e troquei as quatro moedas de vinte cêntimos por um exemplar do Correio da Manhã.
Desandei, desandei, desandei – e arribei ao Café Paris, ao cabo da Avenida Homem Ribeiro, sítio de dores e fumadores que gosto de integrar armado em poeta calado e ensimesmado. Vai daqui, pus-me a “des-cifrar” os dezasseis poemas infra: se vo-los apresento todos em itálico, é pela razão de, deles e neles, nenhuma palavra me ser da lavra. Todos os “versos” foram “ex-traídos” da última página da edição CM desta manhã fria e tranquila de 24 de Março de 2008.
Òbrigadinhos.


******


1

Disse ontem que foi levado anteontem
pela mulher cujo cadáver volta hoje
a ser presente.
Debate-se com um problema
apesar desta situação.

2

Atirou um saco para o chão quando
na companhia do indivíduo em liberdade.
Resolveu mandar no mesmo dia
durante toda a operação.

3

Ontem um convertido
preso novamente
saiu e aconteceu.

4

Uma delas, com gravidade, disse
que foi chamada a resolver
a forte medida de co.
Considera justificadas todas as medidas.

5

Inicialmente detido por coacção,
para além dos mortos,
está fora de questão.

6

Havia violência dos insultos
acerca de um menor
filho do salão paroquial.

7

O tribunal preparava a pesada
última hora.

8

Quatro pessoas,
motivo de orgulho
para todos os chineses
menos dois,
ficaram feridas.

9

Vila alentejana chegou a ser
possibilidade de um boicote.
Zona onde a razão determinante
se desviou, continha seis,
sete pessoas.
Perdeu o reconhecimento
por posições muito críticas no hospital.

10

Mal saiu de Galegos, Penafiel,
envolveu dois casais que
no ano passado
tinham morrido.
Nos três primeiros dias,
foi encontrado em Faro,
Serpa e Cartagena, Múrcia,
em Espanha.
A GNR tentou ainda introduzir-se,
mas a PSP promete polémica e
pancadaria na capital algarvia.
Desta vez, além disso, saiu
a subscrever, no mesmo dia,
a autoria do restante material
espiritual.

11

Ficou livre e perdeu,
quinta-feira à tarde,
seis anos.
Realizou a visita
em igual período do ano passado.

12

O suspeito
está a investigar equipamentos
de uma nova consciência
como protesto
ao fim de três dias.
Crime igual apoiou,
em Moçambique,
o Papa, que,
conhecido por extremismo,
deteve, àquela hora, um
juiz judeu.

13

Na via pública,
sem burocracias,
o original extraviado
foi roubar.

14

Mais mortos do que
residências
em 2007.

15

O padre
obriga toda a freguesia a recordar
que, de forma rápida,
os divorciados,
face ao baptismo,
foram assistidos
com
violência.

16

Antes de decidir,
(mínima 13,
máxima 17),
consulte o seu
Rei da Manhã.

No comments: