Sunday, April 03, 2011

Ideário de Coimbra - 150



150. NO MASSAS CAFÉ-CONCERTO

Vales da Pedrulha, domingo, madrugada de 23 de Janeiro de 2011

Saio pela noite a colher mais rostos, essas moedas de luz que o vento gasta ao balcão do Tempo. A tarefa é-me dificultada pela escassez das ruas. Está muito frio. Recolho-me ao dancing de um amigo, depois de jantar nA Chaminé. Velho show da solidão colectiva. Pares de mulheres em dança, na pista. Homens em redor observando carnivoramente, tristemente.

2 comments:

Anonymous said...

É um baile das velhas?

daniel.abrunheiro@gmail.com said...

Não, não senhor. É um sítio impecável. Eu é que armo ao poeta e vou para lá fazer destas coisas...