Saturday, September 15, 2007

Conversa Patriótica de Café


Rosário Breve nº 17, a partir de ontem, 14 de Setembro de 2007, no semanário O Ribatejo (www.oribatejo.pt)

(foto: Figueira da Foz,
14 de Julho de 2007)





Derivadó facto do Scolari andar a fazer da Selecçãogue maspéce de matraquilhos de praia com sotaque baiano, ameaçando inclusivé trocar à gente a Senhora de Fátima p’la de Caravajo ou lá como se chama a Fátima dos brasileiros, prontos, é assim, a gente estávamos um bocado pó indignos com isso e mais coisas, o caso Medi e assim, qué-se d’zer, cenas ca malta de cá não curte, indagora no Mundial de Ragby e no Euro de Básquéte a gente éramos só nós, prontos, aquilo do Obiquevelo também foi uma falsa partida que fizeram à gente mas o Évora lixou os gajos e a filha do Venceslau Fernandes tamãe.
Modos que, é assim, tá certo co Luxemburgue já não dá pa todos, mas os brasileiros tamãe querem mazé, prontos, calor da noite e assim, depois vai-se a ver os estádios do Euro-2004 e a gente não ganhámos à Grécia e eles não tinham brasileiro nenhum e chamaram à gente mas foi um Figo, o euro é que veio lixar isto tudo, sagente for a ver uma spébóque agora nunca é menos de centicórenta paus em lado nenhum e é um mimo, café bebemos em casa de cevada.
Telemóveis e a porra tamãe é tudo munto bonito e munto giro, fotografias e o caraças dá pa tirar tudo, mas ele é sempre a carregar no muntibanco, um gajo no trabalho é que tem de ligar pó encarregado da obra e zunga, carrega no muntibanco e é se queres.
As mulheres da gente agora tamãe nem sessenta contos tiram ó mês a fazer de caixa no com-tenente e é se queres a recibo sem segurança social pubaixo da mesa, ora pubaixo tá o cão na cena de cair um osso, só falta agora tá-se mêmo a ver é o Liedson e o Sócrates, não é este do fax, é o Sócrates quera capitão do Brasil no Mundial de 82 qué médico, esse é que podia vir em vez do Scolari, é assim, sempéra maizum, que salixe, pena é o Luxemburgue já não.

1 comment:

Dark Blue Moon said...

Se é patriótica...
Bem, com estas coisas da bola, tudo o que mais é importante passa para trás... e é assim, mais uma aventura de Scolari.

Bem, que melhor figura poderia ele fazer... Sair???

Como nem disso percebo, continuo a cultivar a minha cultura nos livros.

Um bem aja. Sr Abrunheiro.