Wednesday, October 17, 2007

Tolo Manso

A expressão-chave que dá título a esta entrada acertou-me em cheio. É ela que (de)termina mais um poema de alto quilate e fino recorte: as palavras-chave que os malucos da net escrevem nos motores de busca. Tolo manso? Oui, c'est moi. Se não, como cá viria parar esta seita toda? Ora lede.

********************


figura de uma mesa montada com costumes ciganos para festa de aniversario
"fotos de sereias"
animais aéreos
bacalhau – poesia
bocados de lenha
música de tony carreira para clarinete
tondela monumento imigrante nu
relogio liquido cascais shopping
poemas de Deus
Perna de gesso
laranja em matanças da noite
prato de sopa embaixo moedas de ouro
comer pevides de maçã emagrece
oxolotl de julio cortazar
material de pintar unhas
Trabalhos para pintar sobre presépios
sangria louca bar discotecas rua julio Dinis
1945%2C fogem ditadura Salazar em barco de pesca
receitas de rissois portugeses
Jaquetas de couro laivo
Cancao de Coimbra
livro feira de versos cavalo que defeca dinheiro tem quantas métricas?
Onan
comoposso me defender de uma prosseço de usocapião
RAPARIGA MADURA
foto animais fugindo queimada
pica do pai
José Cid mp3 Sou um rochedo na maré viva
videos gratis de pessoas degoladas
quando os gatos remelam os olhos significa o que
colchas à janela, poesia
pleibeque da musica olha pra mim toque no altar
relogio decrescente para web
procuro trabalho em braga para barman em bares lanterna
jovens morrem na praia do calhau
musica de crianças antigas
sombras chinesas com bonecos articulados
saidas à noite na adolescência
posso comer peixe no jejum de Daniel?
tolo manso

2 comments:

Armando said...

Esta gente com tantas dúvidas práticas deve encontrar aqui muitas respostas.
Com certeza, o bacalhau será merecedor de um poema.

Daniel Abrunheiro said...

Oxalá que encontre, Armando, oxalá que sim.