Wednesday, June 01, 2011

ROSÁRIO DE ISABEL E DINIS seguido de OUTRAS FLORAÇÕES POR ESCRITO - 4. DIÁRIO DE UM DIA (fragmento 13) - Coimbra, segunda-feira, 21 de Março de 2011



Viste tu alguma vez um cavalo à chuva
num pasto sem homens?
Se sim, viste-me.

Viste tu alguma vez à chuva um cavalo nu?
Se sim, veste-me

tu,
leva-me a passear aos domingos do resto do coreto da vida,
faça-chuva-faça-sol,
égua minha.

No comments: