Sunday, June 12, 2011

ROSÁRIO DE ISABEL E DINIS seguido de OUTRAS FLORAÇÕES POR ESCRITO - 5 (fragmento 4) - Coimbra, terça-feira, 22 de Março de 2011




Será depois do que fui que me renascerás
em alguma frase corrida pelo vento de Maio,
sob a tília maior da praça por onde
os divorciados atrelam cães tristonhos contranatura.
Nenhuma igreja me dobrará cavernosos bronzes,
pois que me perdi de Deus nas pregas
da cultura geral e nos entrefolhos da poesia.


No comments: