Friday, January 04, 2008

Olímpio Ferreira (1967-2007)

Hoje, na página 6 do caderno P2 do
Público,
há um belo e comovente in memoriam do
Olímpio
assinado por
Jorge Silva Melo.

1 comment:

Anonymous said...

No seu tempo de Coimbra também convivi fraternamente com o Olímpio. Era tão verdadeira a sua discrecção, a sua cultura e o seu sorriso solar.
Perdia-lhe quase o rosto, mas, de tempos a tempos, a memória dos livros e a sua feitura devolvia-me esse sorriso lustral.