Sunday, July 25, 2010

IDEÁRIO DE COIMBRA - podografias de retorno – 13 - fragmento 4

Entraram, acabam mesmo de entrar nO Nosso Café três raparigas, só que uma é completamente rapaz. As outras duas têm o grácil e o flébil da “condição” que lhes é “natural”. A outra nasceu de vagina contrariada – ou contrária por vaginada. Sentada de joelhos apartados à homem, camisola de homem, calças delidas na braguilha à homem, é um(a) respeitável jovem comedor(a) de raparigas. O cabelo curto, espetado de gel, encima um rosto capaz de expectorar obscenidades viris. Olho quase-azul, quase-cinza. Piercing, que não brinco, na zona norte da cartilagem da orelha esquerda. Anéis nenhuns. Sapatilhas com estrela calcânea marca Converse. Óculos escuros à moda: grandes e dotados da ambiguidade uni/metrossexual dos tempos que o/de/correm. Engraçada, o rapaz.

No comments: