Friday, October 09, 2009

Rosário Breve nº 125 - O Ribatejo - www.oribatejo.pt

Fala o meu vizinho

(Domingo é outra vez dia de eleições batráquicas. Jornada cívica de engolir sapos locais, por assim dizer. Eis o testemunho do meu vizinho sobre a efeméride.)

Ainda não sei se vou lá botá-los ou não. Já fizemos a vindima, mas há muita azeitona para varejar. Se a mulher não tossir e a motorizada também não, somos mas é capazes de ir ao crico à maré-baixa da Foz. De caminho, compra-se uns frangos assados ou assim. Tenho meio pinhal de lenha para resolver com o meu cunhado Zé Quim, pode ser que domingo a gente se resolva amigos-amigos. Falta-me uma saca de vinte quilos de sal para o porco. Preciso de um bocado de enxofre. A água-pé, em baixo na loja, dá outro cheiro à bancada de maçãs. Também se um gajo não for lá botá-los no domingo, ficam lá os mesmos à mesma. Melhor se calhar é ir mesmo ao crico, sempre dou um passeio de mota com a bicicleta e vemos o mar e assim. Terça-feira tenho de resolver com o meu cunhado Zé Quim o despejo da fossa. Não há saneamento, a gente desenrasca-se. Novembro, na festa da capela, a sardinha da matança é melhor que a de Agosto porque é mais magra. Ainda não britaram o caminho da escola, isto das politiquices ou mete manilhas de amigos-amigos ou está tudo lixado. A minha bicicleta diz que faltava mas era um que mandasse nas coisas sem estar sempre a ser preciso gastar domingos a botá-los lá. Eu nem lhe respondo porque ando sempre a pensar naquilo do meio pinhal de lenha. O nosso mais velho agora deu-lhe que quer ir para os comandos para depois ser gêéneérre. O mais novo não quer fazer nada a não ser andar com o boné virado para trás e as calças caídas a ver-se o elástico das cuecas e meio rego do cu. Ainda não foi este ano que acimentei a adega.

As cascas dos cricos ficam engraçadas coladas em coração numa tábua para pôr na parede da cozinha.

(Também não sei se lá vou botá-los domingo. Tenho enxofre a mais.)

4 comments:

Anonymous said...

De bom grado, Domingo ia desbota-los
Cumprimentos.
Cp

Manuel da Mata said...

Botar ou não botar, eis a questão. Outros o farão e f... -se os do costume.
Abraço.

António said...

Tal e qual...eu vivo na aldeia e oiço a minha vizinhança em prantos idênticos.
Gosto e dispõe-me bem!

Rui said...

Lindo e mainada. Enxofrados, todos nós.