Friday, October 16, 2009

AVES COMETENDO O ANIL E DEMAIS VIAS-FÉRREAS - 12

12

Pombal, manhã de 14 de Outubro de 2009

No recreio da creche, pinguins azuis verdejam roseamente pelo relvado. Deflagrou a manhã, não é hora de ouvir mortos em cassete. Agora sou este homem camisazulando través a ponte breve (a ponte-ponte e a ponte-vida través o rio-tempo), o olhar caído ao rio como chuva castanha. E no ent(ret)anto dá-se, ao ar, um sol sem fronteiras que culmina a oriente na serra ruída-roída pela pedreira e a ocidente nos prédios da Charneca.

No comments: