Sunday, September 04, 2005

Bando-Rancho de Pombas em os Ares de Viseu Azuis

Delas o ácido excremento
Rói e corrói o mais grave monumento
E entanto assim éter-aéreas as columbinas
Mais me semelham ao entendimento
Um rancho de voadoras meninas.



Viseu, Bar do Conservatório, tarde de 2 de Setembro de 2005

8 comments:

Anonymous said...

"Well, bad words break no bones, an' they're wonderful for hardenin' the heart."

The Skin Game, John Galsworthy

Luiz Henrique Abrunheiro said...

Olá primo Daniel,

parabéns pelo seu canildodaniel. abraços...Luiz Henrique

daniel abrunheiro said...

ó girão, vai à merda

Anonymous said...

Oops, parece q tocámos num ponto sensível, afinal todos temos um, até o Cão!

Anonymous said...

Daniel: tem cuidado com o que escreves. Dou-te a minha palavra de honra que não escrevi nenhum comment nos comments a este post. Estás-me a confundir com alguém. Repito: nada escrevi nos comments a este post, nem coisas apagadas nem por apagar.
Girão

Anonymous said...

De qualquer modo irei à merda. Por aqui não me voltas ver tão cedo.
Abraço
Girão

daniel abrunheiro said...

acredito em ti. também vou à merda.

Sandra Feliciano said...

e se em vez de irem os dois à merda, dessem mas é um abraço e um beijinho?