Tuesday, January 22, 2013

A minha Mãe a falar (e eu com ela) no dia 22 de Janeiro de 2013



(xácara nova)

Não ficarás imune nem às anémonas nem aos erros cometidos.
A vida é muito bonita quando já passou.
A vida é muito mais bonita quando não se passa nada.

Benditas sejam, Filho, a tua aguardente & a tua demora.
Pensas em mim, sou a tua Mãe, dúvida nenhuma nos resiste.

Junta lenha, junta pão, junta-te a quem te quer e não perde.
Perder é mau vício, Filho, perder é mau vício.

A começar, Mãe, pelo de perder Tempo.

Isso, Filho.
Vejo que te fizeste homem.
Agora,
adeus.

No comments: