terça-feira, maio 15, 2007

Dia Todo


À tarde
levas a manhã
nas mãos
a noite
na garganta.



Caramulo, tarde de 15 de Maio de 2007

3 comentários:

matarbustos disse...

o que dirás à noite, levas nos papéis que escreveste pela manhã? é isso? ;-)

ouve lá, p'ra quando um livrinho de poesia, ã?

José Antunes Ribeiro disse...

Caro Daniel,

Já estou deliciado com o teu livrinho! Obrigado.
Um grande abraço!

Daniel Abrunheiro disse...

Carlitos: sim.
Zé Antunes: abraço idem.