Tuesday, May 25, 2010

Tenho escrito mais coisitas, mas para já a crónica de O RIBATEJO da semana passada

Aqui dEl-Gay



Não sei se já vos disse quanto gosto de parar nas ruas para, ante as montras dos estúdios de fotografia, apreciar as imagens dos casamentos – gosto muito, não sei porquê mas gosto muito. Mesmo sabendo que quase tudo vai dar em divórcio e chatices com a filharada, gosto muito. A partir de agora, porém, não sei se vou gostar tanto. Com esta história do casamento gay, não sei não. A culpa (mais uma) é, claro, do Governo.
Atenção, muita atenção: nada me move contra a homossexualidade, nem a fêmea nem a macha. Juro que não. Cada um(a) sabe de si. Mas acho estranho todo este frenesim exibicionista, todo este carnaval genital, toda esta parafernália de beijos lambidos e soutiens em cima de pêlo e tacinhas de espumante em frente à Assembleia da República e aos nossos filhos gerados por via natural.
Entendamo-nos: um homem pode amar outro homem, uma mulher pode amar outra. Tudo bem. Mas o País tem outras urgências bem mais prementes, no miserável momento actual nosso e do Mundo.
Leis? Sim. Contra a corrupção, contra a falência, contra o roubo, contra a imoralidade, contra o tirano e contra o títere contra o lacaio e contra o pato-bravo.
Prioridades? Sim. A favor do pão e da rosa de cada dia contra a falcatrua do TGV, a favor do pequeno emprego contra o grande aeroporto, a favor da educação & saúde & justiça & segurança social contra mais uma ponte entre o sul de nenhures e o norte de sítio algum.
Enfim, pronto: tomai lá, róseos rapazes, e casai-vos ruidosa e pimbamente em alguma capela-RTP ou alguma ermida-SIC ou uma alguma matriz-TVI. E vós, raparigas de imaginária maçã-de-Adão, tomai lá e imitai os langores vestais da Safo e da Highsmith e da Yourcenar e daquela que tanto aviava cavalheiros de smoking como ninfas de chita, a Coisa, não m’alembra agora o nome.
Mas fotografai-vos com os telemóveis, facebookem tudo quanto vos aprouver – e deixai-me, ao menos, as montras com os casais de antigamente.

No comments: