sábado, julho 16, 2005

Quando



Quando se lembra de ser humana, que bonita é a inteligência. Não é?

Sem comentários: